Encontrar um profissional de saúde
Está à procura de cobertura de seguro?
Veja como pode encontrar o seu prestador de cuidados de saúde com a MSH
Já é membro?
Inicie sessão para encontrar o seu prestador de cuidados de saúde
Comercial
Serviço de gestão
Equipa comercial para particulares
Das 9h às 18h (CET)
Contactar-nos por e-mail
Equipa comercial para empresas
Das 9h às 18h (CET)
Contactar-nos por e-mail
Acesso rápido
Sistema de saúde
Seguro de Saúde no Itália
Descubra como funciona o sistema em Itália
Desde 1978, o sistema de saúde local italiano tem sido gerido pelo Serviço Nacional de Saúde que oferece cobertura de saúde universal através da implementação do Servizio Sanitario Nazionale (SSN). Todos os residentes em Itália podem inscrever-se gratuitamente no SSN. Desde 1998, todo o sistema do SSN é financiado pelas regiões através de um imposto regional. Assim sendo, cada região é responsável por manter o seu equilíbrio financeiro.

O SSN só cobre cuidados de rotina: clínica geral, pediatria, medicina dentária, ginecologia, hospitalização, etc. Os pacientes não têm de pagar a sua consulta, pois o médico é pago diretamente pela região.
De um modo geral, o sistema de saúde italiano presta cuidados médicos de qualidade.
Consultar um médico em Itália
Como parte da cobertura de saúde universal, os médicos de clínica geral (medico di famiglia) atendem os seus pacientes em unidades de saúde locais (USL). Todos estão registados no Estado, mas são funcionários públicos ou têm o seu consultório privado. Os segurados são livres de escolher o seu próprio médico de família.
As consultas nos médicos registados no Estado em unidades de saúde locais são gratuitas.
Como o sistema de saúde público presta cuidados gratuitos, é frequente estar lotado e pode haver longos tempos de espera, enquanto no sistema privado, os tempos de espera são mais curtos, mas as taxas dos médicos são muito mais elevadas.
Se não estiver inscrito no SSN e se for a uma consulta de um médico do sistema privado, deverá pagar entre 50 e 80 euros por uma consulta de clínica geral.
Em Itália, poucos médicos falam inglês, mas determinadas instalações médicas destinadas a turistas têm pessoal médico que fala inglês.

Só pode ir a médicos de especialidade depois de ser encaminhado pelo médico de família. As taxas variam de 13 a 36 euros, em média, para consultas em unidades de saúde locais (USL) por médicos de especialidade registados no Estado.
Quanto ao setor privado, as taxas de consultas variam de 100 a 200 euros.
Ser internado num hospital em Itália
Hospitais públicos italianos
A hospitalização é gratuita em instalações registadas. Para exames mais completos, deverá pagar um copagamento de cerca de 36 euros.

Hospitais privados italianos
Os cuidados médicos e tratamentos prestados em hospitais privados não são melhores do que os oferecidos em hospitais públicos, mas os tempos de espera são mais curtos. As despesas de hospitalização serão suportadas pelos pacientes e os seus custos podem variar significativamente de um hospital para o outro.
Para ser internado nestes hospitais privados, recomenda-se ter cobertura de seguro de saúde através de uma companhia de seguros privada.

Em caso de emergência, marque 118; os serviços de urgências estão abertos 24 horas por dia, 7 dias por semana, e são gratuitos em hospitais públicos.
Comprar medicação em Itália
Se estiver inscrito no SSN, apenas deverá pagar uma parte dos medicamentos prescritos. Este montante pago do seu próprio bolso (expresso como percentagem do preço do medicamento) é calculado de acordo com a categoria de medicamentos que lhe foram prescritos.
10% para o grupo A: antibióticos, cortisona, analgésicos (excluindo a aspirina), etc.
50% para o grupo B: determinados anti-inflamatórios, tratamentos hormonais, etc.
100% para o grupo C: xarope para a tosse, aspirina, pastilhas para a tosse, vitaminas, etc.
Obtenha o seu seguro de saúde para Itália
A MSH pode ajudá-lo a delinear o melhor plano de seguro de saúde internacional que se adequa às suas necessidades.

Vai estar fora durante menos de um ano?
Temos o plano de seguro de saúde certo para o proteger de 1 a 12 meses, seja para um projeto pessoal, estágio, visto de férias e trabalho ou qualquer outra razão.

Vai esta fora um ano ou mais?
Explore as nossas soluções de seguros de doença completas e altamente flexíveis para o proteger a si e à sua família enquanto estiver fora.
Factos importantes
Nome oficial
República Italiana
PRINCIPAIS CIDADES
Roma, Milão, Turim, Nápoles, Palermo
CAPITAL
Roma
GOVERNO
República constitucional parlamentar unitária
LÍNGUA(S) COMUM(NS)
100%
Italiano
Histórias de clientes
História: estavam presentes para ajudar o meu bebé

Laure e Robert mudaram para Singapura em 2014 em trabalho - mas acabaram por formar uma família lá também! Ela disse à MSH que estava grávida e ficou maravilhada com todo o apoio que recebeu. Primeiro, recebeu um guia prático sobre gravidez (o que fazer em cada fase, exames médicos, etc.) e, depois, um membro da equipa contactou-a para lhe explicar pessoalmente todas as garantias e aconselhá-la sobre o melhor local para o parto. No dia em que a filha dela nasceu, recebeu um presente com um gráfico de crescimento e um brinquedo para bebé, juntamente com os votos de felicidades da parte da MSH. E agora, está o segundo a caminho...
História: a MSH salvou-me a vida

Matthieu estava a fazer uma caminhada num desfiladeiro no Peru quando caiu acidentalmente vários metros e fraturou a rótula e o cotovelo: "Passados 12 dias num hospital local, fui enviado de volta para França, onde passei mais 2 semanas no hospital e meses em fisioterapia", recorda. As despesas de hospitalização, repatriação e reabilitação de Matthieu foram todas cobertas pela MSH: "Sem o meu seguro de saúde privado, teria sido um pesadelo: 16 000 euros para o hospital e 50 000 euros para a minha repatriação com duas ambulâncias - conseguem imaginar?"
História: relaxa, amigo!

Tanguy subscreveu o Start'Expat para cobrir o seu ano sabático na Austrália. Um dia, andava a patinar quando escorregou e desmaiou durante alguns minutos. Um transeunte levou-o para o hospital mais próximo para fazer exames. Felizmente, não era nada de grave e ele ficou satisfeito quando soube que todas as despesas no valor de 400 euros seriam pagas pela MSH em adiantado, poupando-lhe um total de 513 euros - é muito dinheiro para um estudante!
Descubra as suas histórias
Quer saber mais?
Encontre o plano certo para si em apenas uns cliques
Contacte a nossa equipa de especialistas
Estamos aqui para o ajudar na sua língua 24 horas por dia, 7 dias por semana